Ponto final

As horas passam e com o passar das horas eu sei onde você deve estar. Não sei o que está fazendo, no que está pensando nem com quem está conversando. E com o passar das horas percebo também que não é o suficiente. Mereço mais do que isso. Já abri todas as cartas que você teria de ter recebido. Ainda não coloquei os pontos finais e os parênteses que faltam para lhe explicar alguns poucos detalhes que deixou aqui comigo. Pra mim chega de cartas, eu quero abraços. E por mais que eu não saiba a continuação dessa história mais sem conteúdo eu continuo tentando planejar. 

As minhas cartas podem esclarecer alguns questionamentos, algumas noites sem dormir, mas não podem me trazer suas palavras. Elas são minhas e ponto final. E acaba aí. Mas eu quero mais, eu quero reticências. Eu quero brincar com você como eu brinco com as palavras, quero sentir o cheiro do seu perfume na folha em branco. Preciso de você pra continuar. Você pode até me dizer adeus mais uma vez, mas não existe adeus que nos torne distante, pelo menos não agora. Nos veremos em breve, em uma segunda-feira de manhã.

Inspiração:

“Não faço idéia de onde está no mundo. Mas sei que perdi o direito de saber há muito tempo. Não importa quantos anos se passem, sei que uma coisa continuará verdadeira como sempre: nos vemos em breve.”

Dear John

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s